Bateu aquele medo de gerar um deus ex machina quando comecei a escrever o roteiro da HQ A Samurai: Sujimichi.

Há dois anos, pensando em como poderia concluir a saga da Michiko, anotei em um papel qualquer: “o pai da Michiko foi possuído por um dragão maligno”.

Ótimo, explica muita coisa. Só que não.

Podia soar como uma solução fácil, uma explicação divina, um atalho narrativo.

Ou seja, um perfeito deus ex machina.

Tanizaki Dragão, um novo personagem em A Samurai: Sujimichi Mylle Silva

A fuga desse fantasma narrativa é uma só: inserir dicas do novo elemento desde o início da narrativa.

O problema é que não posso inserir o Tanizaki Dragão nas HQs que já estão impressas.

Para minha sorte, foi fácil resolver o problema: como no primeiro volume da trilogia d’A Samurai a narração fica restrita à Michiko, foi fácil mostrar que o Dragão sempre existiu – era a protagonista que não o conhecia.

É claro, essa é a minha opinião, como roteirista.

Em breve, você poderá me dizer se a criação de um novo personagem funcionou ou não.

A Samurai: Sujimichi estará disponível para leitura gratuita em formato digital a partir de maio de 2021.

Enquanto isso, aproveite para ler o primeiro volume da trilogia, disponível na Amazon.


0 comentário

Deixe uma resposta