Skip to content

Arquivo:

Poemas

qualquer ajuda é bem-vinda

Sete caixas de papelão de tamanhos diversos enfiadas em três caixas de TV de cinquenta polegadas. É véspera da véspera de natal. A família sai, toda reunida. A mãe, a irmã e os cinco filhos, todos falando alto em clima de festa. O filho mais velho descoloriu o cabelo e tingiu o topo da cabeça […]

voltei pra falar

Morri, renasci. Voltei pra falar do outro, cansei de falar de mim. Voltei pra falar das coisas que tá todo mundo cansado de desouvir. Nem solução, nem problema. Voltei pra desgastar a saliva, o instinto, os instrumentos que achamos indispensáveis para sobreviver. As histórias erradas que continuamos nos repetindo — mesmo sabendo que são erradas. […]

um homem vendendo pipoca doce no sinaleiro

Um homem vendendo pipoca doce no sinaleiro coloca dois pacotinhos cor-de-rosa pendurados no retrovisor de um carro preto. A janela estava aberta. Entre os pacotes há um bilhete. O homem vendendo pipocas segue repetindo-se em outros cinco carros enquanto o homem dentro do carro, sentado, de óculos escuros e ar condicionado, lê o bilhete. Sentado, […]

isso aqui não é um poema

Quero te escrever um poema, mas estou péssima para escrever. Estou péssima para qualquer coisa. As pessoas andam pelas ruas, curiosas umas das outras. As observo aqui da janela (também sou curiosa). Curiosidade não faz poema. Ou faz? Escrever como se sente todo mundo escreve. “Meu querido diário, o meu dia de hoje se foi.” […]

vou te contar uma história

Vou te contar uma história sobre a história que quero te contar. Serei eu a história, e você, a história da história que ouviu. Não porque estaremos apagados ou desfeitos, menos ainda porque somos mortais. Ser história é nosso super poder — e eu quero usá-lo ao máximo. Estou prestes a ser a história que […]