Depois da ótima aceitação que a HQ A Samurai teve por parte dos leitores, decidi continuar a história da Michiko – e, como deixei o final em aberto, não foi difícil fazê-lo. Dessa forma, acabei transformando A Samurai em uma trilogia.

Para que a magia não se perdesse, chamei o mesmo dream team de A Samurai e segui o mesmo processo de produção: financiar o projeto através do Catarse e lança-lo em um grande evento de quadrinhos. Dessa vez, escolhi a CCXP 2016.

Em A Samurai: Yorimichi (2016) também dividi a narrativa em oito capítulos, cada qual com um traço diferente e uma cor predominante. Mesmo sendo o segundo volume, é possível lê-lo sem conhecer a HQ anterior, por se tratar de uma história fechada.

Assim como em A Samurai, além da HQ há um conto no final do livro. Dessa vez, escolhi dar voz ao Yamada, side-kick de Michiko, mostrando o ponto de vista dele sobre os acontecimentos da primeira HQ. Você pode ler o conto de graça aqui no site, é só clicar aqui.

Sinopse

Separados e perdidos, Michiko e Yamada voltam 20 anos no tempo. Depois de ser acolhido pela família de Michiko e perceber que ela está prestes a nascer, Yamada começa sua jornada em busca da Samurai – mas ele travará uma verdadeira batalha para ajudá-la a se lembrar do seu verdadeiro propósito de vida.

A Samurai: Yorimichi é uma HQ ambientada no período Edo (1603-1868), época em que senhores feudais brigavam entre si por mais terras e poder. Em um ambiente dominado pelos homens, A Samurai terá que enfrentar o daimyou Nobuhiro para mostrar que seu papel na sociedade vai muito além de pertencer a alguém.