Skip to content

Produzindo A Samurai: sobre a importância de concluir projetos

Escrito por

Mylle Pampuch

A partir de hoje quero conversar com você sobre os bastidores da produção das HQs da série A Samurai.

E, para começar, quero te contar como foi o processo de produção de A Samurai: Sujimichi, que você pode apoiar em www.catarse.me/asamurai3.

Depois de publicar o spin-off A Samurai: Primeira Batalha, fiquei alguns anos em dúvida sobre como viabilizaria a conclusão da trilogia.

Confesso que tinha receio de iniciar uma nova campanha de financiamento coletivo porque os custos de produção são altos. Não é tão simples assim levantar grana sem uma base de leitores dispostos a apostar no projeto antes da produção.

Com o tempo, vieram novos projetos e, infelizmente, a pandemia, que fez com que todos nós revíssemos nossas prioridades. Para mim, esse tem sido um período de conclusão de ciclos — e o ciclo d’A Samurai é um deles.

Primeira página de A Samurai: Sujimichi, ilustrada por Caio Yo

A coragem para retomar o projeto

Com a abertura dos editais emergenciais provenientes da Lei Aldir Blanc, eu vi uma chance de levantar a grana necessária para produzir a HQ sem depender tanto do financiamento coletivo. Assim, no final de 2020, convoquei todos os ilustradores que participaram das edições anteriores do projeto e inscrevi A Samurai: Sujimichi no edital.

Para minha felicidade, fui aprovada com nota máxima e logo comecei a trabalhar no roteiro, em janeiro deste ano.

E foi assim, escrevendo o roteiro, que descobri como era importante terminar a história da Michiko. Foi só quando cheguei ao ponto final da primeira versão que conheci, de fato, o tema central de A Samurai: autodescoberta.

Algumas páginas do roteiro, disponíveis nos extras da HQ

O verdadeiro tema da série A Samurai

Juntos, os três volumes de A Samurai formam uma jornada de autodescoberta, tanto minha quanto da Michiko. Vi isso com clareza ao concluir A Samurai: Sujimichi e tive a confirmação disso com o feedback das pessoas que leram a trilogia em sequência.

A Samurai: Sujimichi é uma história sobre como podemos lidar com a nossa escuridão. Eu, assim como muitos, carrego um lado sombrio que insiste em tentar me paralisar. Mas, assim como a Michiko, preciso aprender a transformar minhas trevas em luz, em combustível para continuar a jornada.

Hoje posso dizer que a saga da Samurai é sobre querer algo a ponto de transformar sua vida para lutar por aquilo. É sobre errar muito no caminho e descobrir, em algum ponto da jornada, o quanto as trevas estavam te paralisando e te destruindo. É sobre perceber que a única forma de vencê-las é assumindo o controle sobre elas.

A tarefa, é claro, não é fácil — mas foi por isso mesmo que escrevi A Samurai: Sujimichi: para nunca me esquecer de que é possível.

Esboço da página em que Michiko enfrenta sua escuridão, ilustrada por Vencys Lao

Vamos imprimir essa HQ juntos?

Agora que você conhece o tema da trilogia de A Samurai, é hora de chamar mais apoiadores para essa campanha.

Se você já é um apoiador, muito obrigada! Você é responsável por me fazer acreditar que é possível imprimir essa HQ e pode me ajudar com a divulgação da campanha.

E se você ainda não apoiou o projeto, te incentivo a fazê-lo. Caso ainda não tenha visitado www.asamurai.com.br e lido a edição digital de A Samurai: Sujimichi, tire um tempinho para fazê-lo.

Depois, garanta a sua edição impressa — mas só se você quiser.

Torne-se um apoiador do projeto em www.catarse.me/asamurai3

Anterior

Transformando friacas em vilãs de HQs

Próximo

Série Mudanças — Ep 01: Mudando de caderno (210.814)

Escreva para mim

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *