Eis o ponto de partida. O primeiro projeto. O primeiro desafio. Lembro-me como se fosse hoje do dia em que decidi defender minha ideia de #HQ para o mundo e comecei a convidar os quadrinistas, que até então apenas admirava, para trabalhar comigo.

O que uma pessoa como eu, desconhecida, está pensando? Quem confiaria trabalhar comigo? Era o que eu pensava, com autoestima muito baixa e medo de que meu trabalho não fosse bem recebido por eles. Estava enganada. Eles não só aceitaram produzir um projeto comigo como me deram apoio psicológico para que eu pudesse continuar. Aprendi muito com eles.

Obrigada por fazerem parte dessa história, amigos. Sem vocês eu não estaria aqui hoje, batalhando para produzir mais uma HQ da Michiko. Gratidão!


Deixe uma resposta